orçamento de festa infantil como fazer

7 itens que você precisa avaliar antes de definir o preço de uma festa

Uma das maiores dificuldades que ouço das milhares de alunas dos cursos de decoração e gestão com foco no mercado de festas que já realizei em dezenas de cidades em todo o Brasil é: Como fazer um orçamento de festa infantil, quanto cobrar pela  organização e decoração?

A definição do preço de um produto ou serviço muitas vezes vira uma dor de cabeça para  todo empreendedor; para quem trabalha com organização de festas infantis não é diferente.

Quem já estudou um pouco de marketing lembra que o preço que é um dos 4 P´s (produto, preço, praça, promoção), ou seja, é uma das principais decisões estratégicas da empresa. A definição do seu preço deve estar alinhada ao seu posicionamento e ao seu público alvo. Uma falha nessa decisão pode comprometer todo um trabalho bem feito.

Existem diferentes formas de cálculo de preços, mas em qualquer uma delas, ter atenção aos 7 itens abaixo vai ajudar você a definir o orçamento de sua festa (ou mesmo de outros serviços) de forma segura e competitiva:

1) Calcule em detalhes seus custos fixos

Saber em detalhes qual é  o custo fixo de sua empresa é  o primeiro passo. Lembre-se de todos os gastos que você tem para “fazer o negócio funcionar”, havendo ou não festas. São itens como aluguel, internet, telefone, manutenção de site, salários (e também seu pró-labore). Divida esses custos pelo volume de festas que você projeta fazer no mês (faça uma projeção realista e adequada à sua estrutura), pois estes custos precisam ser rateados entre as festas. O mesmo conceito vale para quem está começando ou para um grande buffet, o que muda é a proporção dos valores.

2) Calcule os custos diretos da festa

São custos diretamente ligados à prestação do serviço, como o bolo, doces, decoração, aluguel de peças etc; Você deve registrar cada gasto; as vezes pequenos gastos passam despercebidos. Ao registrar em detalhes ficará mais fácil decidir quais são de fato necessários e você terá maior precisão sobre sua margem de lucro.

3) Registre as despesas variáveis

Este são os valores que não estão ligados diretamente à festa, mas só ocorrem quando existe uma venda. São itens como taxa do cartão de crédito, impostos, comissões. Essas despesas não podem ser “esquecidas”, pois se não forem devidamente registradas também podem comprometer seu resultado.

4) Defina sua margem de lucro

Como todo negócio, é preciso definir sua margem de lucro, que é fundamental para  o crescimento sustentável de sua empresa. A margem dependerá de seu posicionamento, de sua experiência, etc.

5) Faça o cálculo final

Nesse exemplo, o valor da festa será composto pela despesa fixa proporcional + custos diretos da festa + despesas variáveis e margem de lucro.

Atenção: Se a soma dos custos é $ 1.000 e você deseja 20% de lucro sobre o preço final o cálculo é 1000/(1-20%), ou seja, 1000/0,8 = $ 1.250,00

6) Analise seu mercado/ concorrência

Como em todo segmento, você precisa saber quem são seus reais concorrentes. É preciso antes ter muito claro qual é seu posicionamento (ex: festas de baixo custo, festas diferenciadas?) e qual seu público alvo, para que você só se compare com empresas que realmente busquem o mesmo público alvo que o seu.

Fazendo esse comparativo você conseguirá analisar se é necessário reduzir algum custo ou margem para ficar mais competitivo, ou então avaliar se seu grau de diferenciação está adequado para justificar um valor maior que o da concorrência.

7) Seja ágil no envio do orçamento 

Além de saber definir o  preço corretamente, um outro fator importante para o sucesso de suas vendas é a agilidade. O orçamento inicial pode ser uma proposta padronizada, que depois pode ser detalhada após novos contatos com o cliente. Ao responder de forma organizada e rápida, você demostrará atenção e profissionalismo, ganhando pontos em relação à concorrência. Uma demora na resposta  pode significar a perda da venda.

Para ajudar você a fazer o cálculo da forma correta e rápida, criamos o mini-curso Orçamento de Festa Descomplicado ; com ele você terá acesso a uma planilha detalhada e a vídeos com o passo a passo de como elaborar seus orçamentos de forma simples e prática.

Com um pouco de disciplina, a definição de preço deixará de ser um dor de cabeça para você, e você irá naturalmente melhorar seus resultados!

Sucesso a todos!

Kika Duarte

___________________________________________________________________________________________

Kika Duarte é decoradora e fundadora da Auguri Festas.

14 comentários sobre “7 itens que você precisa avaliar antes de definir o preço de uma festa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>